IPCA avança em setembro. Saiba por quê

Você que acompanha as notícias deve ter ouvido a respeito do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) que é considerado o índice oficial para a inflação no Brasil. Segundo as últimas notícias, o valor deste fator subiu em setembro para 0,57%, o que significa, em outras palavras, que a inflação deste mês foi de 0,57%. Porém, não há motivos para alarme, pois este ainda não foi o índice mais alto do ano: o recorde de abril (0,64%) não foi quebrado.

Para calcular o valor do IPCA, são coletados valores de preços em estabelecimentos comerciais, faz-se pesquisa de valores de aluguel e do preço de serviços públicos em geral. Estes dados são colhidos entre os dias 1 e 30 ou 31 de cada mês e referem-se aos valores efetivos cobrados do consumidor em pagamentos à vista. As cidades pesquisadas são os maiores centros metropolitanos do Brasil (São Paulo, Rio, Belo Horizonte e mais 8 capitais). O índice final é referente ao custo de vida de pessoas cuja renda vai de 1 a 40 salários mínimos.

Como sempre, as notícias indicam o preço dos alimentos e bebidas como o causador principal da alta da inflação deste mês – um fato que todo consumidor pode comprovar. É impressionante a diferença de preço dos alimentos, se compararmos os dias de hoje com 10 anos atrás, principalmente nos supermercados.

Basta agora saber se existe realmente um motivo para esta subida de preços: melhorou a qualidade dos alimentos? As matérias-primas ficaram mais caras? Os produtos são importados e sofrem com taxas de importação?]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *