Juros do cartão de crédito: 4 cuidados que você precisa ter

68494-juros-do-cartao-de-credito-4-cuidados-que-voce-precisa-ter

banner-mktplacedireto-2
68494-juros-do-cartao-de-credito-4-cuidados-que-voce-precisa-terUsar cartão de crédito é prático e fácil. Inúmeros bancos oferecem esse serviço e algumas instituições financeiras nem cobram anuidade, tornando a compra com cartão mais sedutora. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs), as transações utilizando cartão de crédito somaram R$ 648 bilhões em 2015, e a tendência é de crescimento. Essa facilidade toda disfarça o verdadeiro perigo: os juros do cartão de crédito.
Ao mesmo tempo em que a utilização do crédito cresceu, o número de pessoas com dívidas devido à utilização desse serviço também aumentou. Pessoas que contraem esse tipo de despesa têm dificuldade de quitá-la, pois os juros do cartão de crédito são altos — podendo chegar a até 748% ao ano —, formando uma bola de neve. Para evitar essa situação, é necessário ter alguns cuidados. Confira abaixo como se prevenir!

1. Não gaste mais do que ganha

O primeiro cuidado é o conselho mais repetido por todo economista: nunca gaste mais do que você ganha — se possível até gaste menos, para ter uma reserva financeira para emergências. Se tomar essa precaução, dificilmente vai deixar de pagar a fatura integral do cartão de crédito e não precisará pagar juros.

2. Controle os gastos e evite pagar juros do cartão de crédito

Quando se utiliza cartão de crédito para a maioria das compras, é comum perder o controle sobre o quanto você está gastando. O resultado disso é que o final do mês pode reservar surpresas desagradáveis. Algumas pessoas anotam ou fazem planilhas com seus gastos, estabelecendo o máximo do orçamento que pode ser utilizado. Existem alguns aplicativos financeiros que também monitoram suas transações, indicando o quanto está sendo gasto e em que o dinheiro é empregado.

3. Evite pagar o mínimo da fatura do seu cartão

Quando você opta por pagar o valor mínimo da fatura do cartão, o restante da dívida será cobrado no próximo mês com juros. Geralmente, o valor mínimo é calculado como sendo 20% da fatura total, ou seja, você estará deixando de pagar 80% da sua fatura. No mês seguinte, esse valor será cobrado acrescido dos juros do cartão de crédito, multa por atraso e o imposto sobre operações financeiras (IOF), portanto não há nenhuma vantagem nessa transação.

4. Evite parcelamento com juros

As compras no cartão de crédito podem ser feitas à vista, quando o valor será cobrado em uma única parcela, ou parcelado. Quando você opta pela segunda opção, o parcelamento pode ser feito sem juros, quando é feito pela própria loja, ou com juros, quando é feito pela operadora de cartão de crédito.
Ao optar pelo parcelamento com juros, é importante questionar a taxa cobrada, o valor de cada parcela e o valor total da compra. As operadoras são obrigadas a fornecer essas informações. Dessa forma, você se programa para realizar os pagamentos e não contrair dívidas.
Entendeu como os juros do cartão de crédito podem ser prejudiciais? Seguindo nossas dicas, você vai seguir o ano sem dívidas, pois a educação financeira é uma parte importante da sua vida.
Se deseja ficar por dentro do nosso conteúdo, curta nossa página do Facebook. Lá postamos conteúdos que podem te auxiliar a ter uma boa saúde financeira!
banner-mktplacedireto-1
Leia também:
– Compare 5 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?
]]>

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *