Juros negativos: mesmo investindo, você pode perder dinheiro em 2020

Juros negativos em 2020

Você já parou pra pensar em quanto o seu dinheiro rende versus a inflação? Pois é, a gente sim. Se você investe em renda fixa, já sabe que a taxa Selic está na menor porcentagem da história – hoje a Selic, que é um parâmetro para a renda fixa – está em  2,25% ao ano

Mas como isso afeta diretamente o seu dinheiro? Você já ouviu falar sobre juros negativos? Então calma que vamos te explicar tudo.  

O que são juros negativos?

O juros negativos é o nome dado à situação onde o rendimento dos seus investimentos ficam abaixo de zero. E isso pode acontecer de duas formas: juros nominais negativos e juros reais negativos. Calma que eu vou explicar!

Juros nominais negativos:

É quando a taxa de juros é numericamente negativa – por exemplo, -1,00%. Esse não é o nosso caso. Lembre-se: a Selic está em 2,25% ao ano.

Juros reais negativos:

Nesse caso, o valor numérico dos juros é positivo, mas, ao mesmo tempo, a inflação está acima desse valor. A inflação é o nome dado ao fenômeno de alta de preços. 

Se a inflação fica acima dos juros (ou da sua rentabilidade), isso significa que os preços subiram mais do que o retorno das suas aplicações e, assim, os juros reais ficaram negativos.  

Mas vou colocar números pra ficar mais fácil. Em junho, o IPCA – índice oficial de inflação do país – ficou em 0,26%. Em contrapartida, a caderneta de poupança rendeu 0,13%, ou seja, metade. Se a tendência permanecer, isso significa que a pessoa que aplicou ali teve retorno, mas ele não foi o suficiente para cobrir a alta de preços.

Como funcionam os juros negativos?

As taxas básicas de juros servem de base para o rendimento dos investimentos em renda fixa e para os empréstimos no sistema financeiro. Se os juros básicos estão em patamares baixos, os bancos cobram menos juros, facilitando o acesso ao crédito e isso é ótimo para você ter mais acesso ao mercado.

Mas, por outro lado, se você é um investidor, os juros negativos podem indicar uma perda de poder de compra. Se você tivesse R$ 100 e ele comprasse uma peça de roupa hoje, mas ao invés de comprar você resolvesse investir a 2% ao ano. Em 12 meses, poderia sacar R$ 102.

Retorno em 12 meses: R$ 100 x 2% = R$ 2

Valor sacado = R$ 100 + R$ 2

Se a inflação for de 3%, significa que a peça de roupa de R$ 100 passou a custar R$ 103 depois de um ano. Mesmo que o seu dinheiro tenha rendido, você não consegue mais comprar a mesma peça de roupa, pois só tem R$ 102.

Mas quais são as vantagens da taxa negativa?

Crédito: incentivar empréstimos. Isso acontece através da redução dos custos de financiamentos com o objetivo de ampliar esse mercado. 

Bolsa: os juros negativos são um incentivo para mais pessoas aplicarem em ações e assim capitalizarem as empresas que ali negociam papéis. Elas acabam conseguindo mais investidores e dinheiro, e podem assim crescer e gerar mais empregos.

Leia mais:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *