Não deixe o Imposto de Renda para a última hora

erros-imposto-renda

banner-mktplacedireto-2 imposto-rendaNa reta final da declara??o do Imposto de Renda de 2017, 11,7 milh?es de contribuintes ainda n?o prestaram contas, segundo o ?ltimo balan?o da Receita Federal. O ?rg?o espera receber 28,3 milh?es declara??es neste ano. A dica para quem deixou para a ?ltima hora ? separar o quanto antes os comprovantes de renda, despesas e investimentos. O?prazo para declarar termina ?s 23h59 desta sexta-feira, 28. A multa para quem n?o entregar o IR 2017?vai de R$ 165,74 a 20% do imposto devido. Al?m de cumprir o prazo, tamb?m ?preciso ficar atento para n?o errar no preenchimento das guias ou omitir alguma informa??o e acabar caindo?na malha fina. Nestes casos, a Receita vai questionar algum dado e a restitui??o vai demorar mais?para ser creditada. Veja abaixo como declarar o Imposto de Renda e os principais erros. Se voc? tem investimentos, fique atento tamb?m ?s exig?ncias do Fisco para cada aplica??o. Leia tamb?m: ??Compare 5 op??es de empr?stimo pessoal online ??As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro ??Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online? ??Planilha de gastos mensais: como fazer?

Quem deve declarar o Imposto de Renda?

Todas as pessoas que tiveram rendimentos tribut?veis maiores do que R$ 28.123,91 no ano de 2016 ??R$ 2.343,66 por m?s – devem declarar. Al?m disso, tamb?m devem declarar contribuintes que tiveram rendimentos isentos, n?o-tribut?veis ou tributados na fonte. Nesse caso, a regra s? ? v?lida para somas superiores a R$ 40 mil. Tamb?m entra na regra quem obteve?ganhos de capital com aliena??o de bens ou direitos ou realizou opera??es em bolsas de valores.

Como organizar os documentos?

Separar os documentos necess?rios ? o primeiro passo para acelerar a declara??o do Imposto de Renda. Vale lembrar que todos s?o referentes ao ano-base de 2016. Veja o que ter em m?os:
  • C?pia da declara??o do ano anterior, impressa ou em arquivo digital;
  • T?tulo de Eleitor, para quem for fazer a primeira declara??o;
  • Informativo de rendimentos, fornecido pelo empregador;
  • C?pia de recibos ou notas fiscais de presta??o de servi?o, se for o seu caso;
  • Livro-caixa, se for o seu caso;
  • Informativo de rendimentos de benef?cios previdenci?rios, fornecido pelo INSS ou institui??o de previd?ncia privada;
  • Extrato de rendimentos financeiros, fornecido por bancos e institui??es financeiras;
  • Informe de contribui??o para previd?ncia privada;
  • Recibos de gastos escolares do contribuinte ou dependentes;
  • Recibos de alugu?is pagos ou recebidos;
  • CPF ou CNPJ dos benefici?rios de despesas com sa?de;
  • Nome, CPF e valores referentes a doa??es ou heran?as;
  • CPF dos dependentes maiores de 12 anos;
  • CPF de filhos e ex-c?njuges para comprovar o pagamento de pens?o aliment?cia;
  • Dados referentes ao empregado dom?stico;
  • Escrituras ou contratos de compromissos de compra e venda de im?veis;
  • Documento de compra ou venda de ve?culos e CPF/CNPJ do comprador ou vendedor; e
  • Documentos sobre rescis?es trabalhistas, incluindo dados de sal?rios, f?rias, 13? sal?rio e FGTS.

N?o omita rendimentos

Todo?rendimento tribut?vel recebido no ano anterior deve constar na declara??o do Imposto de Renda. Isso inclui sal?rios, pr?-labore, alugu?is, proventos de aposentadorias, ou mesmo um servi?o realizado como aut?nomo. Fontes pagadoras s?o obrigadas a prestar?todas as informa??es referentes aos rendimentos dos seus funcion?rios ao Fisco, o que possibilita que a Receita Federal cruze os dados e identifique eventuais sonega??es.

Informe os valores certos

Os valores dos rendimentos devem ser corretamente informados na declara??o do IR, principalmente aqueles que tiverem imposto retido na fonte, como ? o caso de sal?rios. Qualquer inconsist?ncia nesses valores pode ser facilmente identificada pela Receita Federal. Tais?erros podem ser cometidos por falta de aten??o ou desconhecimento de certas regras,?seja na digita??o de um n?mero incorreto (digitar R$ 10.000,00 em vez de R$ 1.000,00) ou ao utilizar ?ponto? em vez de ?v?rgula? ? o que pode levar a uma grande diferen?a. Isso porque o programa disponibilizado pela?Receita Federal para o preenchimento e transmiss?o da declara??o do IR n?o considera o ponto como separador. Assim, o contribuinte deve separar as unidades monet?rias com v?rgula.

Gastos com educa??o

Despesas com material escolar, cursos preparat?rios para vestibular, inscri??es de cursos e exames n?o s?o dedut?veis do?Imposto de Renda a pagar. S?o considerados?gastos dedut?veis?com educa??o aqueles com o pr?prio contribuinte e seus dependentes, como mensalidades escolares do ensino infantil, fundamental, m?dio e superior, incluindo gradua??o, mestrado, doutorado e especializa??o.

Como abater despesas m?dicas

Despesas relacionadas a consultas m?dicas e planos de sa?de podem ser integralmente abatidas da declara??o de Imposto de Renda, sem limite de valor, tanto do pr?prio contribuinte quanto de seus dependentes e alimentandos (pessoas que recebem pens?o determinada pela Justi?a). Declarar despesas que n?o podem ser comprovadas, n?o informar reembolsos feitos pelo plano de sa?de e que podem reduzir as dedu??es ou mesmo incluir gastos com sa?de de pessoas que n?o s?o enquadradas como dependentes podem levar o contribuinte a cair na malha fina. Vale destacar que pessoas jur?dicas e profissionais da sa?de devem entregar a Declara??o de Servi?os M?dicos e de Sa?de (DMED), o que funciona basicamente como um ?dedo-duro? para a Receita, possibilitando o cruzamento das informa??es e acusando poss?veis inconsist?ncias. banner-mktplacedireto-2]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *