O que eu preciso incluir na Declaração de Imposto de Renda

Income tax

Income tax

Já foi definido o prazo para os contribuintes entregarem a sua declaração de imposto de renda. Aqueles que apresentaram rendimentos superiores aos valores determinados pelo governo no ano passado devem preencher os formulários fornecidos pela Receita Federal que estarão disponíveis apenas na internet.

E entre rendimentos, aluguéis, aposentadorias, ações judiciais e pensões, muitos têm dúvida sobre aquilo que precisa ser declarado ou não. Por isso, para que você não caia na malha fina ou sofra com possíveis multas e penalizações, elaboramos um guia com todos os itens que devem entrar no preenchimento dos formulários.

Ficou curioso para saber quais são eles? Então, confira aí!

 

O que precisa ser declarado?

Durante o preenchimento do formulário do IR, você encontrará campos onde devem ser inseridas informações sobre renda, bens, arrendamentos, processos jurídicos, etc. E, dentro destes espaços, é necessário saber, exatamente, o que precisa ser declarado.

Os itens que devem ser declarados são:

Rendas tributáveis

Neste espaço, o contribuinte deve informar todos os rendimentos que são tributáveis recebidos pela Pessoa Física e Jurídica durante o ano de 2013. Além disso, estes valores não devem, necessariamente, ter retenção na sua fonte. Entram, neste conjunto, aluguéis, resgates de previdência privada, aposentadoria, salários, prestação de serviços, ações judiciais, pensões, dentre outros.

E, lembre-se que, caso estas rendas não ultrapassam o valor de R$ 24.556,65 no ano, você está isento da declaração.

Rendimentos dos dependentes

Se você declarou algum dependente, é necessário informar, também, a renda dele, caso possua. Independentemente se o valor deste rendimento corresponde ao mínimo definido pelo governo, ou não, é necessário que você informe a soma de todas as suas fontes.

Aquisições e alienações

Toda transação com imóveis e veículos é facilmente identificada pela Receita Federal. Por isso, o melhor a se fazer é não omitir qualquer um destes bens que você tenha adquirido ou alienado. Entretanto, é preciso lembrar que só é preciso declará-los se o valor destes itens ultrapassar R$ 300 mil.

Atividade Rural

Aqueles que possuem rendimentos com alguma atividade rural devem declarar as suas fontes se elas ultrapassarem o valor de R$ 128.308,50 ao ano. Além disso, é importante lembrar que entram, neste campo, desde as suas rendas com a venda de produtos agrícolas até o arrendamento de suas propriedades rurais.

 

O que pode ser deduzido?

Além das rendas declaradas, é preciso informar as despesas que podem ser deduzidas do seu imposto. Esta é uma medida que só é valida para aqueles que fazem a declaração completa e o limite para este desconto pode chegar até R$ 14.542,60 do total declarado.

As despesas que podem ser deduzidas de seu imposto são:

Dependentes

Ao declarar dependentes, é possível ter uma dedução de R$ 1.974,72 por cada um. Para incluir estes itens em sua declaração, é preciso que você verifique se sua condição como dependente é permitida. Para isso, você pode conferir a tabela aqui.

Previdência

Para previdência pública, é possível deduzir as contribuições descontadas no salário para este fim. Em previdências privadas, só é possível incluir se você adota a modalidade de PGBL e que abrange o limite de 12% de todos os seus rendimentos tributáveis do ano.

Saúde

É possível deduzir as despesas com terapeutas ocupacionais, despesas com exames laboratoriais, planos de saúde, hospitais,  fonoaudiólogos,  serviços radiológicos, médicos, dentistas, psicólogos, aparelhos ortopédicos e próteses dentárias. Para este item, não há limite de deduções e podem, também, ser inclusos gastos com dependentes e tratamentos no exterior.

Educação

Aqui, podem ser incluídos, despesas com creche, educação pré-escolar, ensino fundamental, ensino médio e superior, cursos de especialização ou profissionalizantes do próprio contribuinte ou de seus dependentes. É preciso lembrar que não podem incluir os cursos de idioma e nem reforço escolar. Para estes itens, o limite é de R$ 3.091, 35.

Empregados domésticos

As despesas com empregados domésticos podem ser incluídas quando o contribuinte paga a previdência dos trabalhadores. Neste caso, é possível receber, de volta, o valor pago com estes impostos, que reduzirá o valor que será cobrado no IR.

 

Autônomos e Empreendedores Individuais também declaram?

É preciso que estas duas categorias declarem as suas rendas, mesmo que no caso dos empreendedores individuais haja a isenção. Se o profissional trabalhar para uma empresa específica, é necessário que ele receba o informe de seus rendimentos. Entretanto, se sua fonte vier apenas de pessoas físicas – como no caso de médicos, psicólogos, dentistas, etc. – é possível fazer a sua declaração na ficha de rendimentos tributáveis recebidos de PF/Exterior”.

Quanto às deduções, para esta categoria profissional, é possível deduzir as despesas referentes ao livro-caixa, como aluguel, água, luz, telefone, material de expediente ou de consumo.

 

A declaração do imposto de renda, apesar de parecer complicada, é facilmente realizada se você se organizar e reunir todas as suas documentações e recibos. Além disso, ao compreender bem o seu processo, não há razões para temer o leão. Por isso, se houver alguma dúvida, busque um especialista, consulte seus direitos e deveres e evite dores de cabeça.

E você? Tem alguma dica para aqueles que pretendem fazer a sua declaração de renda? Deixe suas sugestões e ideias nos comentários abaixo!

]]>

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *