Bancos Digitais: conheça as diferenças entre eles


Por Guilherme Campos

Sim, o Guiabolso entende a chateação do cliente que não aguenta mais a fila enorme no banco. E muito menos quer ouvir falar da burocracia e da demora pra abrir uma conta, solicitar um cartão de crédito ou ter um empréstimo.

Nos últimos anos, a vida desses brasileiros começou a melhorar graças a novos atores. Pessoas que deixaram o status de figurantes pra agitar bastante a realidade financeira. Pense num filme que estava começando a dar sono…. Até que algo fora do esperado aconteceu e… uau… quase derrubou o espectador da poltrona.

Pois é isso que as fintechs fizeram e ainda fazem de uns tempos pra cá. Ufa…. E já que o assunto do dia é banco e parece inevitável que a turma das agências digital veio pra ficar, porque não focar deixar os holofotes neles.

Isso pra te encorajar a abrir uma conta com esse pessoal novo, checar se escolheu bem entre as opções ou afastar de vez a chance de ser um deles. E antes de apontar um ou outro como melhor, vale lembrar: o que é bom pra uma pessoa não necessariamente é pra outra.

E isso depende de perfil e objetivos, aliado a custos e opções disponíveis.

Modernos, simples e o melhor: sem sair de casa

Os bancos digitais tentam conquistar os clientes desde o primeiro olhar. A tática de sedução começa já na hora de abrir a conta. No lugar das filas e das letras miúdas, que tal fazer tudo de casa. É só baixar um app completar um cadastro que nem exige tanto tempo assim e esperar bem menos.

Esse lance do prático continua nas outras ações. Transferências e possibilidade de investir viabilizadas com um toque no celular, lá no aplicativo da instituição financeira. Tudo fácil e simples. Outro atrativo costuma ser a taxa cobrada. Bem abaixo dos valores nos bancos tradicionais.

Apesar dos benefícios, há quem reprove a inexistência da agência física pra resolver os problemas ou reclame das restrições pra sacar dinheiro ou transferir valores. E a dúvida sobre o que pode acontecer se o banco digital tiver problemas e fechar também não pode ficar de fora dessa conversa

Mas aí a lição de casa de cada um é confirmar se a empresa tem o suporte do Fundo Garantidor de Crédito. É ele quem banca a situação em caso de falência e devolve o dinheiro que o cliente deixou no banco. O limite de devolução é de R$250 mil por CPF em um banco ou conjunto de partes daquela mesma empresa.

Leia Mais:

+ 11 bancos digitais que cobram pouco (ou nada) de tarifa

+ Empréstimo na plataforma do Guiabolso é mais vantajoso em 82% dos casos

+ Quanto custa o pacote de serviço dos bancos?

+ 5 direitos que você tem no banco e (não sabe)

E quais são as diferenças entre os bancos digitais?

Pra facilitar sua vida, o Guiabolso te mostra o que os bancos digitais oferecem e como agem  quando o cliente precisa transferir valores, quer investir, pede um cartão de crédito, ou vai sacar dinheiro. A prioridade ficou pras contas sem cobrança de tarifas. Exceção ao produto do banco Original: que tem um custo de R$ 12,90 por mês. Que tal fazer isso item por item e com 7 participantes?

Transferências

Essa ação é importante principalmente pros clientes que costumam investir e, portanto, precisam repassar valores pros lugares em que eles aplicam a grana na tentativa de multiplicá-la. Por este motivo, quanto mais ações deste tipo puderem fazer melhor.

A maior parte dos bancos analisados passa nesse teste. Pode incluir na lista Inter, Sofisa Direto, Nubank e Neon, com transferências ilimitadas. O Original também entra nesse time.

Já o Agibank só libera 4 transferências. A partir da quinta, o cliente terá de R$1,90 cada vez que precisar fazer isso. No Next as transferências são ilimitadas dentro do próprio banco e pro Bradesco. Pra outros lugares é possível fazer só um TED grátis por mês.

Saques

Inter e Neon permitem tirar grana quantas vezes você quiser nas maquininhas da Rede 24 Horas. Mesma situação do Next, que ainda permite fazer a mesma coisa nos caixas do Bradesco.

O Original adota o mesmo sistema do Inter e do Neon, com uma vantagem adicional pra quem mora em São Paulo e no Rio de Janeiro. É um espaço exclusivo do banco, que deixa os usuários sacarem até em Dólar ou em Euro.

No Sofisa Direto é possível fazer até 4 saques por mês. O Nubank permite tirar dinheiro na rede 24 Horas, mas cobra uma tarifa de R$6,50 a cada operação realizada. No Agibank é possível sacar 2 vezes por mês nas lotéricas e 4 na rede 24 Horas. Depois disso, o banco aplica tarifas: R$6,49 nos caixas e R$3,90 nas lotéricas.

Depósitos

Quase todos permitem a portabilidade de salário aos usuários ou interessados em se tornarem clientes.

Um dos atalhos usados para não pagar taxinhas quando o fluxo de grana vem de um banco tradicional ou de um lugar que limita o total de TEDs é fazer isso com o pagamento de um boleto. Mas pra isso o banco que vai receber o dinheiro precisa deixar uma margem suficiente de emissões dos boletinhos.

No Agibank o cliente só pode fazer isso 10 vezes sem ter que pagar nada. O Next sequer prevê essa opção. Já no Neon, no Nubank, Original e no Inter a possibilidade é infinita.

Cartões

No Sofisa Direto os usuários contam somente com a função crédito. O Nubank nasceu na opção crédito e começa a oferecer gradativamente o débito aos clientes. Já o Neon, Next, Original, Inter e Agibank conciliam o crédito e o débito e não cobram anuidade.

A conta que ninguém te conta!!
Lá na aba Guia, oferecemos a cada usuário as opções que mais fazem sentido individualmente e naquele momento. É bem simples. Não tem meta pra bater nem interesse em empurrar um produto específico. Nós só te mostramos uma opção que realmente se encaixa com o seu perfil ou necessidade. O segredo é que te conhecemos muito bem e só queremos te ajudar sempre

Investimentos

O Neon garante rendimentos acima da caderneta de poupança e promete que eles melhoram com o passar do tempo. O Next oferece um Fundo de Renda Fixa, mas cobra uma taxa de administração por isso.

No Agibank o foco também está em disponibilizar uma variedade de opções pra investir em renda fixa. Os roxinhos do Nubank prometem rendimento de 100% do CDI pra todo e qualquer dinheiro colocado na NuConta. Outro atrativo deles é a liquidez imediata.

Inter e Sofisa Direto diversificam o leque de escolhas com LCIs e LCAs, que são livres de impostos. No rol de opções ainda tem espaço pros CDBs e pro Tesouro Direto, com possibilidade de resgatar no vencimento do título ou ter liquidez diária. No Inter ainda é possível investir em renda variável.

As opções do Original são CDBs que pagam 100% do CDI e têm resgate diário (aumenta conforme o período aplicado), além de LCA e LCI e outros fundos de investimento em renda fixa.




Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *