Passo a passo: como revisar todos os seus gastos usando o Guiabolso

guiabolso

Por Guilherme Campos

Ninguém duvida que o planeta está em uma situação bastante diferente por causa do avanço do novo coronavírus. É incerto dizer quanto tempo uma possível crise vai durar, mas o que é certo é que nesses momentos velhos hábitos precisam ser reforçados.

O Guiabolso já destacou a importância de repensar os gastos e até mesmo imaginar que a crise vai ser pior e se estender por mais tempo. Esse pensamento te leva a viver como se ganhasse menos , em um degrau abaixo do atual patamar, por exemplo.  

Agora vamos falar como podemos te ajudar no próprio aplicativo, uma solução gratuita que, com muita tecnologia, pode minimizar os impactos dessa crise no seu bolso.

1 – Cadastre suas contas

Sendo novo no Guiabolso ou usuário com mais tempo, é importante checar se todas as suas contas e cartões de crédito estão cadastradas no aplicativo e são incluídas no extrato unificado na mesma tela com todas as suas informações financeiras.

Caso queira incluir alguma é só escolher a opção “finanças” e encontrar um sinal de adicionar (no app ele vai aparecer como um “+”). Depois de clicar nele é só selecionar o item adicionar conta, escolher o banco ou instituição, autorizar o Guiabolso a acessá-lo somente no modo leitura (tirar uma fotografia do extrato) e pronto. E essa inclusão vai ser bem rápida. 

2 – Categorize as despesas

Agora é o momento de identificar cada despesa e mais que isso organizá-las em categorias.  O Guiabolso divide essas categorias em cinco grandes grupos (renda, gastos essenciais, estilo de vida, empréstimos e lançamento entre contas – são quase 40 opções pré-definidas).

Você tem um tipo de gasto bastante específico ou quer identificá-lo com um nome diferente para facilitar seu controle? Sem problema nenhum. Para isso é só usar a função “criar nova categoria” que aparece lá na opção “ajustes” da tela inicial. Primeiro aperte ela e depois selecione “categorias de transações”. Dá para se fazer o mesmo clicando no sinal de mais que aparece do lado esquerdo e em baixo da tela depois de entrar em “categorias de transações”. 

3 – Revise suas categorias

Quanto mais histórico no Guiabolso e meses de observação, melhor. A leitura de como os gastos se comportam em cada categoria te ajuda a decidir entre colocá-lo como prioritário ou passível de sofrer ajustes. Entre as mudanças que podem ser feitas com essa despesa estão: cortá-la de vez, cortar até a situação voltar ao normal, remanejar quanto se gasta (isso pode ser feito com aperto de cinto ou negociação de valores) ou manter o consumo por se tratar de algo essencial. 

Sugerimos que você comece sua revisão pelas categorias que consomem a maior parte da sua renda.

4 – Planeje seus gastos

Para fazer isso entre na opção “finanças” e procure pelo botão com o sinal de (+). É o mesmo caminho que usou para adicionar contas e cartões, mas agora escolha outra opção: “planejar”.

Depois disso, é possível detalhar quanto se quer ter de despesa em cada categoria planejada, inclusive as que são personalizadas no seu aplicativo. Esse exercício pode ser feito tanto para os ganhos como para os gastos.

5 – Mãos à obra

Agora vem o momento prático de tirar o planejamento do papel e realizá-lo na vida real. Com ajuda do Guiabolso chegou o momento decisivo: monitorar como está indo na tentativa de gastar menos e gerenciar melhor os ganhos.

É importante fazer essa checagem com uma certa periodicidade, a cada dois dias mais ou menos.

E fique atento. Além do aplicativo, o Guiabolso tem as próprias redes sociais, o blog e outras formas de contato, como e-mail, para te manter atualizado sobre novidades no combate ao novo coronavírus, mudanças na nossa economia e dicas para te ajudar a enfrentar a crise e gerenciar melhor o próprio dinheiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *