Redução de dívidas - opte pelos medicamentos genéricos

reducao-de-dividas-genericos-2

redução de dívidas em itens que podem ser trocados por outros mais em conta sem prejuízo de qualidade, como os medicamentos tradicionais pelos genéricos, por exemplo.
Principalmente quando a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) já anunciou reajuste de até 6,31% até o dia 31 de março para anti-inflamatórios, diuréticos, ansiolíticos e antibióticos. Pesquisa recente do Instituto Datafolha mostrou que, hoje, cerca de 68% das pessoas compram este tipos de remédios, o que é fácil de notar observando os números. Só p ara você ter uma ideia, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos , apenas em janeiro desde ano o mercado cresceu em volume 17% a mais do que em janeiro de 2012, com mais de 59 milhões de unidades vendidas, somando R$978 milhões, 29,3% a mais em valores do que no mesmo período do ano passado.
Surgidos em 2001, eles já significam uma economia na casa dos brasileiros por volta dos R$30 bilhões. Com preços em média 50% mais baratos do que os tradicionais, eles são um dos grandes fatores de redução de dívidas nas casas brasileiras, principalmente naquelas com idosos, crianças e pessoas que fazem uso contínuo de remédios.
A ideia, no entanto, de acordo com a associação, é conseguir baratear ainda mais a produção, um desafio que, uma vez superado, barateará também o preço final ao consumidor.
Na c ontramão desse pensamento, o aumento autorizado pela Cmed será estipulado de acordo com o nível de competição dos remédios de acordo com a participação dos genéricos no mercado, chegando a três faixas distintas de reajuste: 2,70%, 4,59% e 6,31% (índice máximo estipulado de acordo com o teto da inflação acumulada nos últimos 12 meses e medida pelo IPCA em fevereiro). Pelo menos, de acordo com a Lei 10.742/2003, os preços não poderão mais ser modificados pelo período de um ano.]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *