Saiba como começar o planejamento financeiro da sua empresa

Vector business concept in flat style

banner-GB
Vector business concept in flat style - hand shake and coins
A crise econômica brasileira teve sim o seu lado positivo. É claro que, para os empreendedores, o cenário não é dos melhores, mas nunca se falou tanto sobre finanças, e estava mais do que na hora de do brasileiro se aprofundar mais no assunto.
Para ter uma ideia, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que aproximadamente 50% das empresas fecham antes de completar quatro anos. Crise? Não é bem assim. Dados dos anos anteriores apontam resultados semelhantes. Para o Sebrae, a mortalidade precoce das empresas tem nome: falta de planejamento.
Portanto, esse período de dificuldades na economia pode ser importante não só para rever o planejamento financeiro do seu negócio, mas, principalmente, criar uma cultura organizacional na qual as finanças são encaradas com seriedade. Para ajudar, resolvemos trazer, neste post, algumas dicas para que você comece o planejamento do seu negócio agora mesmo!

Estabeleça metas para o negócio

Na busca pelo planejamento financeiro, em primeiro lugar você deve estabelecer metas claras para o seu negócio. Dessa forma, você tem um “norte” e, acima de tudo, um padrão que servirá como base para monitorar todas as atividades da empresa. Para desenvolver metas financeiras, você deve tomar cuidado para que elas não sejam irreais, caso contrário, a saúde econômica do seu negócio pode estar em jogo.
É fundamental, portanto, avaliar o ambiente interno da sua empresa e sempre estar informado sobre como anda o mercado. Indicadores de instituições representativas de classe, como o Fecomercio, por exemplo, podem fornecer um panorama interessante sobre esse ambiente externo.

Realize o controle dos fluxos de caixa

O controle de fluxo de caixa é muito importante para estar ciente de como está a sua empresa. Outra dica importante, portanto, para o planejamento financeiro. Esse controle nada mais é do que um acompanhamento de todas as saídas e entradas de recursos financeiros da empresa. Diferente da DRE, utilizada pela contabilidade constantemente, aqui o objetivo é acompanhar apenas o movimento que afeta a rotina operacional da empresa, ou seja, a compra e venda de produtos e materiais, por exemplo.
Com a avaliação dos fluxos de caixa, você acompanha de perto toda a rotina financeira do seu negócio, e ainda pode fazer projeções para o futuro com base no histórico de transações. A melhor maneira para gerir os fluxos de caixa é com o auxílio de algum software de gestão, que pode agilizar e dar maior precisão aos processos.

Defina orçamentos específicos

Marketing, contabilidade, comercial. Sim, todas as empresas têm diversos setores, inclusive os pequenos negócios. Embora, é claro, os departamentos muitas vezes não sejam definidos internamente, alguns setores são indispensáveis para o negócio e, nesses casos, a melhor opção é a terceirização.
Acontece que, não importa se os departamentos são internos ou externos, é sempre importante definir, com clareza, qual será o orçamento destinado a cada um deles. Assim, você detém um controle maior sobre os seus gastos, e pode acompanhar os resultados de acordo com um investimento padrão, o que torna mais fácil o monitoramento.

Acompanhe os indicadores financeiros

Tão importante quando planejar é monitorar todos os passos da sua empresa. Por isso, você deve acompanhar os principais indicadores financeiros para o seu tipo de negócio.
Métricas como o ticket médio, que acompanha o volume médio de vendas por cliente ou vendedor, o ROI (Retorno sobre o Investimento) e até o gerenciamento de custos são indispensáveis para que a sua empresa conheça bem o caminho que está trilhando.
Por isso, é fundamental que você defina essas métricas já no planejamento financeiro, de preferência logo depois de definir as suas metas — afinal, para cada meta há um indicador específico a ser acompanhado!
Gostou das nossas dicas? Então que tal compartilhar este artigo nas redes sociais?
banner-GB-2
Leia também:
– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?
]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *