Saiba onde investir em 2017 e garantir bons retornos para o seu dinheiro

Concept of business success.

banner-620x100-2 Concept of business success. Hands of businessman touching a graph Indicating growth. Flat design, vector illustration. Com a atual situação política do país e a taxa de juros básica, conhecida como Selic, nas alturas, investimentos em renda fixa tem sido fortemente indicados. Mas qual título escolher? Para você que tem dúvidas sobre onde investir em 2017 escrevemos um texto explicando algumas opções de aplicação. O primeiro passo para investir é ter um valor par começar, que não precisa ser grande. No Tesouro Direto, por exemplo, o investimento começa em R$ 30. Se você ainda não dispõe de uma quantia para investir, faça uma análise do seu orçamento e separe pelo menos 15% da sua renda para aplicar todo mês (Conheça a regra 50-15-35). Mas se você já tiver um montante aplicado na poupança, o melhor é rever seus objetivos e migrar para aplicações como Tesouro Selic, CDBs, Letras de Câmbio e Bolsa de Valores. A poupança sempre foi a opção de muitos brasileiros, pois não há nenhum desconto de imposto, mas tem sido a pior escolha para o investidor atualmente, já que tem perdido até para a inflação. Os melhores investimentos são as aplicações em renda fixa, tanto em título privado como em títulos públicos, no Tesouro Direto. Muitos analistas econômicos já declararam que essas são as perspectivas também para 2017 — isso porque a taxa Selic está em 14,25% ao ano e tem tendência a cair muito pouco. Isso favorece esses investimentos. Se você tem dúvidas ou não sabe onde investir em 2017, acompanhe o post!

Veja as melhores aplicações e saiba onde investir em 2017

Tesouro Selic

É um investimento seguro e de baixíssimo risco, recomendável quando o investidor não sabe quando vai precisar do dinheiro aplicado. É um título público que acompanha a evolução da taxa de juros do governo e rende 100% da Selic. É o mais indicado para aplicações de curto prazo (até 2 anos) e ainda existe a possibilidade de investir com um valor mínimo de R$ 30. Por ser um título do Tesouro Direto, você precisa se cadastrar em uma corretora (independente ou de banco) para poder aplicar.

Tesouro IPCA

Optando por essa modalidade de título público, o investidor não sabe qual é a remuneração no final da validade do título, mas como é indexado à inflação alta e juros elevados, a rentabilidade também é alta. Esses títulos rendem uma taxa fixa, como 6%, mais variação do IPCA, o que garante que o investidor vai receber um dinheiro corrigido acima da inflação. Leia mais sobre o Tesouro Direto.

Letras de Câmbio

Por serem tão rentáveis quanto os títulos públicos e os fundos de renda fixa, têm sido a escolha de quem pode arriscar um pouco mais em busca de mais rentabilidade. As Letras de Câmbio, emitidas por financeiras, têm garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito); dessa forma, no caso de quebra da instituição, seu dinheiro será ressarcido (no valor máximo de R$ 250 mil). Mas não é uma boa opção para quem precisa resgatar antes do prazo.

CDBs

São papéis bancários, em geral pós-fixados, que acompanham a alta dos juros, por isso rendem mais. Não há taxa de administração e é mais rentável se você deixar aplicado por mais tempo. Antes de investir, você precisa pesquisar qual instituição paga a maior rentabilidade. Procure por bancos menores ou corretoras que pagam acima dos 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário). E mantenha sempre o limite da aplicação em R$ 250 mil garantidos pelo FGC.

Bolsa de Valores

É mais rentável para quem pensa no médio e longo prazo, mas é aconselhável contratar um gestor. Segundo a previsão de alguns analistas, assim que passar a instabilidade política do país, os papéis ligados a empresas estatais, infraestrutura e setor elétrico tendem a subir. Nem sempre considerar somente os ganhos altos é o melhor. Portanto, ao investir, leve em conta se o seu perfil é conservador, moderado ou ousado. Então, está pronto para investir em 2017? Já sabe onde aplicar? Deixe o seu comentário em nossa página! banner-620x100-1Leia também:  As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro  ‘Estou conseguindo deixar um legado financeiro pros meus filhos’, diz Kurt  Veja 7 eventos gratuitos no Dia das Crianças  Planilha de gastos mensais: como fazer?]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *