Como organizar as finanças pessoais e ficar sempre no azul

Como organizar finanças pessoaisEstar em dia com as contas a pagar dá tranquilidade e liberdade para investir seu dinheiro naquilo que realmente importa. Manter as finanças equilibradas evita que você caia na tentação de fazer dívidas e passe a gastar de forma mais consciente. Veja como organizar finanças pessoais e ficar sempre no azul:

Avalie o quanto você realmente ganha

Muitas pessoas sabem qual é seu salário bruto, mas não têm muita ideia do valor líquido que recebem após descontos como INSS e Imposto de Renda, no caso de trabalhadores que têm carteira assinada. Para autônomos, a situação complica um pouco mais. Como, muitas vezes, recebem de várias fontes e não têm uma receita fixa podem se perder facilmente no controle das finanças. Por isso, para aprender como organizar finanças pessoais você deve começar a avaliar o quanto você realmente ganha, ou seja, os valores que efetivamente entram em sua conta corrente.

Anote os gastos mensais fixos e variáveis

Depois de avaliar o quanto você ganha, é hora de saber quais são seus gastos mensais fixos e variáveis. Para ficar sempre no azul, é essencial que as receitas sempre superem as despesas! Considere como gastos fixos todos aqueles que não mudam radicalmente mês após mês como aluguel, mensalidade do colégio ou da faculdade, plano de saúde etc. Já gastos variáveis são aqueles que mudam constantemente. Entre eles estão as despesas com lazer, itens de beleza, bares, restaurantes etc. Ao anotar todos os seus gastos e suas respectivas categorias, é possível avaliar em que áreas está gastando mais.

Faça seu orçamento doméstico

Agora que você sabe o quanto realmente ganha e quanto gasta, é hora de fazer seu orçamento doméstico. Reserve um tempo para analisar de onde vem suas receitas e, também, onde estão seus maiores gastos. Veja as categorias em que estão as despesas mais pesadas e, ainda, as áreas do orçamento em que é possível cortar gastos e as que têm potencial de economia. Os gastos fixos são mais difíceis de serem reduzidos, por isso experimente começar pelos variáveis, especialmente os relacionados a estilo de vida, como lazer, cuidados pessoais e bares/restaurantes.

Utilize aplicativos para organizar finanças pessoais

Na dúvida sobre como organizar finanças pessoais? Saiba que sempre é mais simples cultivar este hábito no dia a dia quando você conta com a ajuda de aplicativos. Entre as opções estão o GuiaBolso, que é o único gerenciador financeiro totalmente automático. Basta inserir os dados do internet banking e a ferramenta lista todas as movimentações feitas na conta corrente e no cartão de crédito, categorizando automaticamente as despesas. A partir daí, é possível saber onde é possível economizar. Outra opção é o Moni, que além de adicionar gastos e ganhos e monitorar o saldo final tem um funcionalidade que permite a personalização da escala de cor para fazer com que a tabela acenda um sinal vermelho quando as despesas atingirem saldo considerado preocupante para o usuário. Para quem usa o sistema Android, o Mobills é um app interessante. O sistema permite que seja estipulado um orçamento mensal e o usuário receba um alerta quando 80% do valor tiver sido gasto. Agora que você aprendeu como organizar finanças pessoais é hora de colocar as dicas em prática e permanecer sempre no azul.banner-620x100-1Leia mais: Os 5 melhores aplicativos de controle financeiro  As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro  50 dicas para aprender como economizar dinheiro  Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?  ]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *