Tarifa de energia pode sofrer redução de 16,7%

energia-contas-1

A conta de luz ficará mais barata este ano. A redução na tarifa deverá atingir o patamar de 16,7%. Isso pode ocorrer por conta de uma renovação na concessão de transmissões, de todos os contratos em vigor, que venceriam entre os anos de 2015 e 2017, além de uma renovação de cerca de 60% dos contratos de geração de eletricidade, segundo informações do gabinete de Minas e Energia do Governo Federal. Embora haja uma redução expressiva, o Governo desejava uma diminuição no valor da conta da ordem de 20%.

energia contasA composição para chegar à redução de 16,7% é de 7% da redução de tributos, 4,5% de diminuição das receitas de transmissão e 5,1% da redução na geração. Não foi atingido o número de 20%, porque nem todas as empresas energéticas aceitaram fazer parte do acordo com o Governo.

A direção da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) declarou que a conta mais barata começará a existir a partir do mês de abril, deixando mais leve o orçamento doméstico dos cidadãos.

energia usinaComo as companhias Cesp, Cemig e Copel – originárias dos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, respectivamente – não aderiram à renovação das concessões, a população de todo o país, e não apenas dos Estados de origem das empresas, serão penalizados com o custo mais alto da energia.

Felizmente, no setor de transmissão, todas as empresas que atualmente prestam serviço aderiram à renovação de concessão. As companhias são: Eletronorte, CTEEP, Cemig, CEEE, Celg, Copel, Eletrosul, Chesf e Furnas, que acabaram, com sua união, auxiliando na redução da tarifa da conta de luz.

energia transmissaoVocê, que se preocupa com as contas a pagar, o que achou dessa novidade? A economia, para o cidadão, certamente será de grande importância para um orçamento doméstico mais equilibrado.

]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *