Taxa do rotativo de cartão de crédito cai pela 1a vez em 33 meses

Segundo a Pesquisa de Juros da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), há quase 3 anos que a taxa de juros do cartão de crédito mantinha-se estável.

As seis linhas pesquisadas para obter o valor da redução foram as de juros médios para pessoas física e jurídica: a primeira baixou 0,21% e a segunda 0,13%. Ainda segundo a Anefac, a maior redução para pessoas físicas foi encontrada nos juros do comércio, em compras parceladas: as taxas caíram de 4,55% para 4,20% entre os meses de agosto e setembro, resultando numa diminuição de 0,35 pontos percentuais. Os altos juros do cartão de crédito são a causa mais significativa da inadimplência, um problema que preocupa o governo. A solução encontrada foi facilitar o controle de despesas pessoais exercendo pressão sobre as administradoras para que reduzam as taxas, uma medida cujos frutos podem ser observados neste período. Porém, esta redução de taxas é temporária e está em vigor enquanto as administradoras de cartão de crédito mantiverem os juros baixos. Com a diminuição da inadimplência e das taxas de juros dos bancos públicos, além da melhora na economia e na competição, é possível que as taxas do cartão de crédito sofram nova redução a partir de janeiro, como afirma Miguel José Ribeiro de Oliveira, que coordenou o estudo da Anefac.]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *