Veja 7 dicas para você sair das dívidas

banner GB

Parar de fazer dívidas
Um levantamento do GuiaBolso mostra que mais de um terço (36%) das pessoas pagaram juros por uso do Cheque Especial em setembro.  Cheque Especial é uma das modalidades de empréstimo com taxas de juros mais caras do mercado brasileiro. Enquanto o crédito consignado cobra 27,8% ao ano (a.a.), de acordo com dados do Banco Central de agosto, as taxas do Cheque Especial chegaram a 253,2% ao ano. Se você é uma dessas pessoas que estão envidadas, veja as dicas que selecionamos para te ajudar a sair dessa situação:

Passo a passo para reequilibrar as finanças

 

1) Organize seus gastos e receitas

A medida mais importante para as pessoas que estão endividadas é a organização. É necessário ter uma visão ampla do problema. Liste todas as dívidas de forma detalhada, incluindo o valor do débito, há quanto tempo a conta está atrasada, a taxa de juros, dentre outros detalhes.
Liste também todas as fontes de renda disponíveis e avalie se há bens que possam ser vendidos para arrecadar mais fundos. A ajuda de familiares é bem-vinda porque eles podem cobrar juros menores do que os que você está pagando. Na sequência, coloque na planilha todos os seus gastos mensais. Há aplicativos que já fazem isso de forma automática, como o GuiaBolso.

2) Defina o quanto você pode reservar por mês

Com os gastos organizados, fica mais fácil definir quanto do seu dinheiro será utilizado para o pagamento das dívidas. Para fazer um planejamento mais preciso com relação aos valores, você também pode estimar em quanto tempo pretende quitá-las.
Leia mais: Um em cada 3 brasileiros recorreu ao Cheque Especial em setembro

3) Renegocie suas dívidas

Você pode juntar dinheiro para pagar um número maior de parcelas e pedir um desconto na taxa de juros ou até oferecer um valor à vista para liquidar a dívida de imediato. Se a dívida contraída apresenta juros muitos altos ou parcelas que dificultam o processo de pagamento, converse com seu gerente e pergunte sobre a possibilidade de  trocá-la por um empréstimo com juros mais baixos ou de renegociá-la para definir parcelas que caibam no seu bolso.

4) Não faça empréstimos

É muito importante entender que para economizar quantias consideráveis, você tem que se esforçar. Mesmo que já tenha pago a parcela pendente do mês, não saia esbanjando por aí. Deixe de lado o cartão de crédito, os parcelamentos, procure sempre pagar à vista e gaste apenas com o que for estritamente necessário. No momento, o seu objetivo é reduzir as despesas.

5) Corte gastos e reserve dinheiro para o pagamento da dívida

Para conseguir quitar os débitos é fundamental reservar uma quantia certa por mês. Uma alternativa é aumentar a fonte de renda, fazendo trabalho extra, por exemplo. Em paralelo, é preciso praticar o autocontrole e cortar gastos supérfluos. Se você está muito endividado, procure adequar seu padrão de vida para sair do vermelho. Priorize os gastos essenciais, não compre por impulso, pesquise preços, aproveite as promoções de mantimentos, saia sem cartão de crédito e fuja da tentação do cheque especial.

6) Pague as dívidas mais caras primeiro

 Se tiver diferentes dívidas, dê preferência àquelas que cobram os maiores juros (se não sabe quais são, é preciso descobrir!) e para as mais importantes: as pendências que envolvem serviços que você realmente precisa, mas serão cortados em caso de falta de pagamento.

7) Tenha disciplina

Para colocar as dicas do nosso guia em prática e se livrar das dívidas, ter disciplina é essencial. Entenda que a mudança na rotina financeira é temporária. O lado positivo é que agora você sabe como lidar com o dinheiro e não irá cometer os mesmos erros. Sair do vermelho requer um comprometimento total da sua parte, não desanime!

banner GB 2

Leia também:
– Compare 4 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *